Links teis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Sociedade

UNESCO alerta para disparidade de oportunidades

Grave crise mundial na educao

Paris - Segundo o relatrio anual "Educao para todos" da UNESCO, existem grandes diferenas de oportunidades na educao entre ricos e pobres devido ao fracasso dos governos em suprimir as desigualdades sociais.

O documento que avalia a educao no mundo para 2009, intitulado Superando a desigualdade: porqu o governo importante, alerta para uma grande lacuna entre os pases ricos e os pases em vias de desenvolvimento, onde h menos oportunidades de ir escola, culpando a indiferena poltica, fracas polticas nacionais e falhas aos compromissos assumidos por parte dos doadores.

O director-geral da Unesco, Koichiro Matsuura, estabeleceu a comparao entre a reaco imediata dos governos frente crise financeira actual, disponibilizando trilhes de dlares, e a atitude em relao aos problemas educacionais. Quando os sistemas de educao esto em crise, a sua repercusso menos visvel, mas no por isso menos real, explicou Matsuura.

Segundo este organismo da ONU, est comprometida a meta de atingir uma educao primria para todos at 2015, porque as mais recentes projeces avanam que nessa data ainda estaro sem escolarizao bsica pelo menos 29 milhes de pessoas.

Os mais pobres tm menos hipteses de frequentarem a primria do que os mais ricos, uma em cada trs crianas de pases em vias de desenvolvimento (um total de 193 milhes de crianas) chega educao primria na faixa etria adequada, mas com um desenvolvimento cerebral prejudicado pela desnutrio. Esta situao ultrapassa os 40 por cento das crianas de algumas zonas do sul da sia.

Enquanto que mais de um tero de crianas em pases ricos concluem o ensino superior, na maior parte da frica Subsaariana uma parcela ainda menor conclui a educao primria e somente 15 por cento frequentam a universidade, esclarece a nota difundida junto com o relatrio, adiantando ainda que 75 milhes de crianas que deveriam estar na primria no frequentam a escola, incluindo um tero das crianas nestas condies na frica Subsaariana.

Ser menina tambm continua uma desvantagem para acesso educao em muitos locais do mundo, especialmente no Sul da sia e a frica Subsaariana e desvantagens baseadas no idioma, raa, etnia e diferenas urbano-rurais tambm permanecem profundamente enraizadas.

A partir destes elementos, o documento alerta para as poucas hipteses reais de que se alcance, em 2015, o objectivo internacional de universalizar o ensino bsico.

Segundo uma srie de projeces parciais, em 2015 o nmero de crianas fora da escola chegar a 29 milhes, no mnimo, sem incluir os pases em guerra.

A Unesco questiona tambm a qualidade da educao, levando em conta o fato de que muitas crianas terminam o ensino bsico sem ter adquirido competncias elementares de leitura, escrita e matemtica.

De acordo com o relatrio, o analfabetismo tambm continua um grave problema: estima-se que 776 milhes de adultos em todo o mundo (16 por cento da populao mundial) ainda no sabem ler nem escrever. Dois teros dos analfabetos so do sexo feminino. E, se as tendncias actuais persistirem, o mundo ainda ter 700 milhes de adultos analfabetos em 2015.

(c) PNN Portuguese News Network

2008-11-25 20:29:00

MAIS ARTIGOS...
  Cabinda: Morreu Joseph Boundji
  Cabinda: Agravamento do estado de saúde do padre Raul Tati
  Cabinda: Cuanga Sito e Mambuco Sumbo condenados
  Aumento do índice de fome na Guiné-Bissau, em Moçambique e em Angola
  Cabinda: Paca Peso absolvido no caso do ataque contra a equipa do Togo
  Gripe A: Fim da pandemia
  Cabinda: Human Rights Watch pede anulação de sentenças
  Cabinda: A justiça face às suas contradições
  Cabinda: Proibida marcha pelos direitos humanos
  Situação em Cabinda em relação aos defensores dos Direitos Humanos
  Naomi Campbel agride motorista e foge
  Gripe: OMS recomenda vacina contra três tipos de vírus incluindo o H1N1

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


PROVRBIOS
"Kupdi tmuka ko: Nti ava kamnina."
(Ningum pode arrancar: A rvore (adulta) que j tem razes.)
Outros
Relatrio da Mpalabanda 2005 (pdf)

Relatrio da Mpalabanda 2004 (pdf)

Entrevista de Dom Duarte ao IBINDA.COM
Cartoon
Hospedagem de Sites Low Cost Jornal Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais