Links teis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Sociedade

UNICEF

Ajuda humanitria a 36 pases custa mais de 700 milhes de euros

Lisboa - Mais de 700 milhes de euros quanto custa a ajuda humanitria de emergncia a crianas e mulheres de 36 pases, incluindo Moambique, Angola, Timor-Leste e Guin-Bissau, revela a UNICEF.

Em notcia avanada pela agncia Lusa, o Relatrio de Aco Humanitria do Fundo das Naes Unidas para a Infncia (UNICEF) de 2009, que apresentado hoje em Genebra, na Sua, pretende, semelhana de anos anteriores, angariar verbas para as crianas e mulheres afectadas por emergncias que este ano abrange 36 pases.

O montante requerido, que ascende a mais de mil milhes de dlares (758 milhes de euros), ultrapassa em cerca de 17 por cento o de 2008, devido em grande parte s necessidades na frica Oriental e Austral, esclarece a UNICEF em comunicado.

Mais de metade das verbas destinam-se a assegurar a continuidade do apoio s vtimas das cinco maiores operaes humanitrias escala mundial: na Repblica Democrtica do Congo, na Somlia, no Sudo, no Uganda e no Zimbabu.

Do montante total, 19 milhes de dlares (13,5 milhes de euros) sero destinados a Moambique, Angola, Timor-Leste e Guin-Bissau.

Moambique lidera, com 7,6 milhes de dlares (5,7 milhes de euros), os quatro Pases de Lngua Oficial Portuguesa (PALOP) mencionados no relatrio de 2009 com necessidades de apoio humanitrio de emergncia, seguindo-se Angola, Timor-Leste e Guin-Bissau.

Segundo revela a Lusa, as estimativas citadas pela UNICEF, das 855.000 crianas moambicanas que nascem anualmente, 98.325 morrero antes de completar 1 ano e mais de 45.315 antes de fazer 5 anos.

Os programas apoiados pelo Fundo das Naes Unidas para a Infncia deste ano so direccionados, em Moambique, a pelo menos 110.000 mulheres e crianas de reas afectadas por cheias e pela seca.

Incluem a distribuio de 44.000 redes mosquiteiras com insecticida para 22.000 famlias, apoio a dez centros de alimentao selectiva para 2.000 crianas que sofrem de m nutrio aguda, formao de meia centena de tcnicos de sade, rastreio nutricional de 22.000 menores de 5 anos e auxlio em actividades de controlo da clera.

O relatrio refere tambm o fornecimento de gua potvel a 45.000 deslocados e latrinas a 66.000 pessoas, a distribuio de materiais escolares bsicos a 150.000 crianas e a 2.000 professores, a formao de 1.000 docentes do ensino primrio, a recuperao de 300 escolas e a construo de outras cem temporrias.

A UNICEF prope-se ainda formar 200 agentes da polcia, funcionrios pblicos e de agncias humanitrias sobre o Cdigo de Conduta sobre Proteco contra a Explorao Sexual e Maus-Tratos e entregar 150 mil materiais de informao, educao e comunicao para a preveno da clera, malria e VIH/Sida.

Para Angola, as necessidades de emergncia para este ano rondam os 4,5 milhes de dlares (3,4 milhes de euros), dos quais mais de metade so para as reas da Sade, Nutrio, gua, Saneamento e Higiene.

Neste pas, de acordo com o relatrio, a desnutrio "alarmantemente" elevada, com quase um tero das crianas com baixo peso e perto de uma em cada duas menores de 5 anos com atraso no crescimento, ao mesmo tempo que 8,7 milhes de pessoas no tm acesso a gua potvel e 8,5 milhes a saneamento.

A aco humanitria da UNICEF para 2009 em Angola, onde h tambm clera e poliomielite, abrange pelo menos 7,4 milhes de crianas e mulheres, o equivalente a 41 por cento da populao total.

Entre as intervenes propostas contam-se a distribuio de medicamentos essenciais para tratar at 10.000 doentes de clera, o fornecimento de 15.000 redes mosquiteiras com insecticida nas reas afectadas pelas cheias, a vacinao de meio milho de crianas com menos de 5 anos em locais onde foram identificados casos de poliomielite, assim como o apoio alimentao teraputica de 100.000 menores que sofrem de m nutrio "aguda grave".

O Fundo das Naes Unidas para a Infncia pretende ainda fornecer guapotvel e saneamento a 42.000 crianas e mulheres deslocadas, atravs da construo e reabilitao de poos e instalaes sanitrias, assim como distribuir materiais escolares gratuitos bsicos a 5.000 menores afectados pelas inundaes.

J para Timor-Leste, onde 49 por cento das crianas com menos de 5 anos tm baixo peso e 54 por cento atraso de crescimento, so necessrios 3,9 milhes de dlares (2,9 milhes de euros), sendo que o grosso dos fundos visa suprir carncias na Sade, Nutrio, gua, Saneamento e Higiene, segundo o relatrio.

A aco humanitria da UNICEF neste pas inclui a formao de 50 tcnicos de sade distritais sobre alimentao teraputica, o fornecimento de sistemas de abastecimento de gua potvel, o apoio e promoo de higiene em 30 escolas, beneficiando 4.200 crianas em seis distritos, e a manuteno de uma reserva de artigos de emergncia para 15.000 pessoas.

A interveno das Naes Unidas aponta igualmente a produo e distribuio de "kits" escolares e o apoio a actividades de preveno do VIH/Sida destinadas a 20.000 jovens.

Em contrapartida, a Guin-Bissau, pas atingido pela epidemia da clera e com registos de muito baixa instruo escolar primria, contaminao dos solos com minas e engenhos explosivos e aumento das taxas de mortalidade infantil, precisa de dois milhes de dlares (1,5 milhes de euros) para cobrir os programas apoiados pela UNICEF, abrangendo pelo menos 918.000 crianas e jovens e 60.000 grvidas.

O Fundo das Naes Unidas para a Infncia prope-se distribuir 60.000 redes mosquiteiras com insecticida e "kits" de sade para 30 unidades, que servem meio milho de pessoas, assim como formar cerca de 300 tcnicos de sade, agentes comunitrios e parteiras e apoiar 24 centros de alimentao teraputica, beneficiando, neste ltimo caso, pelo menos 350 crianas desnutridas.

A aco para este ano na Guin-Bissau engloba tambm a desinfeco peridica de poos, o tratamento de gua para consumo domstico, campanhas de lavagem das mos para pelo menos 300.000 pessoas, formao de cerca de 500 professores, ajuda a iniciativas comunitrias de construo de pelo menos 30 escolas e a elaborao de um manual de educao sobre riscos das minas.

(c) PNN Portuguese News Network

2009-01-27 11:24:42

MAIS ARTIGOS...
  Cabinda: Morreu Joseph Boundji
  Cabinda: Agravamento do estado de saúde do padre Raul Tati
  Cabinda: Cuanga Sito e Mambuco Sumbo condenados
  Aumento do índice de fome na Guiné-Bissau, em Moçambique e em Angola
  Cabinda: Paca Peso absolvido no caso do ataque contra a equipa do Togo
  Gripe A: Fim da pandemia
  Cabinda: Human Rights Watch pede anulação de sentenças
  Cabinda: A justiça face às suas contradições
  Cabinda: Proibida marcha pelos direitos humanos
  Situação em Cabinda em relação aos defensores dos Direitos Humanos
  Naomi Campbel agride motorista e foge
  Gripe: OMS recomenda vacina contra três tipos de vírus incluindo o H1N1

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


PROVRBIOS
"Kupdi tmuka ko: Nti ava kamnina."
(Ningum pode arrancar: A rvore (adulta) que j tem razes.)
Outros
Relatrio da Mpalabanda 2005 (pdf)

Relatrio da Mpalabanda 2004 (pdf)

Entrevista de Dom Duarte ao IBINDA.COM
Cartoon
Hospedagem de Sites Low Cost Jornal Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais