Links teis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Poltica

Acusado de no respeitar os compromissos

Portugal um dos alvos principais da guerrilha em Cabinda

Cabinda A guerrilha cabindesa entrou numa nova fase operativa. Comandos mveis aproximam-se da capital do territrio ameaando os estrangeiros. Portugal, acusado de no respeitar compromissos, para a guerrilha um dos alvos principais.

Aps a operao de 20 de Abril junto ao cemitrio da aldeia de Chimbenza I que, segundo a resistncia, causou a morte de cinco soldados das Foras Armadas Angolanas (FAA), o comandante da guerrilha, denominado Laurindo, afirma que as aces militares da resistncia prosseguiram at Tando Zinde, nos arredores da cidade de Cabinda causado a morte de 12 militares angolanos e ferindo sete.

Em represlia ao ataque do dia 20 as tropas angolanas prenderam vrios habitantes das localidades perifricas onde ocorreram as operaes, Chimbenza I e II e Bolanto, na regio Necuto, sendo transferidos para os centros penitencirios do Dinje e Yabi.

Segundo o mesmo militar da guerrilha com estas operaes, que j atingem a periferia da capital do territrio, a resistncia pretende desmentir as declaraes do ministro sem pasta Antnio Bento Bembe quando afirma que j no h guerra em Cabinda, e ameaa que a guerra vai prosseguir at o Governo angolano aceitar negociar.

Para o comandante Laurindo todos os estrangeiros que se encontrem em reas operativas esto ameaados em Cabinda e so considerados inimigos da guerrilha todos que se manifestam cmplices das posies de Bento Bembe. No entanto os portugueses so os principais alvos, sublinha o comandante, Portugal no respeitou os compromissos estabelecidos com a guerrilha quando foram libertados os refns da empresa Mota & Companhia e agora tem de assumir as consequncias.

Seguindo uma nova estratgia militar a resistncia cabindesa reforou a sua capacidade operativa na zona sul do territrio com um comando especial autnomo, em constante mobilidade, composto por 23 combatentes chefiado pelo comandante Kimbango que depende do Chefe de Estado Maior da guerrilha, Estanislau Boma.

O aumento das aces da resistncia, o perigo de ocorrerem aces no centro da capital, e as ameaas contra os estrangeiros acusados de colaborao com o Governo, levou o general Furtado, chefe do Estado Maior General das FAA, a deslocar-se precipitadamente a Cabinda a fim de tentar compreender a situao no terreno e dar instrues para o reforo das unidades das FAA.

Aps o ataque aos expatriados chineses que ter causado a morte de um trabalhador, ferindo dois, onde tambm morreram sete soldados angolanos que efectuavam a escolta aos camies da empresa chinesa, um clima de insegurana instalou-se junto dos trabalhadores estrangeiros em Cabinda.

Um chefe da guerrilha, que pediu anonimato, afirmou por telefone PNN que a resistncia cabindesa ir tudo fazer para mostrar at ao Mundial de futebol de 2010 que ainda h guerra em Cabinda.

(c) PNN Portuguese News Network

2009-04-27 10:29:28

MAIS ARTIGOS...
  Morreu Nzita Tiago, líder histórico da resistência cabindesa
  Guerrilha em Cabinda anuncia novos ataques no enclave
  Guerrilha cabindesa anuncia retoma da via militar
  Guerrilha cabindesa ataca em Buco Zau
  Emboscada da guerrilha causa a morte de três soldados angolanos
  FLEC pede a Marcelo Rebelo de Sousa para terminar o processo de descolonização portuguesa
  Cabinda: FLEC/FAC exige a libertação de Marcos Mavungo
  Cabinda: Raul Tati e Francisco Luemba libertados
  França: Dois juízes antiterroristas querem a detenção de Rodrigues Mingas
  Cabinda: José Eduardo dos Santos demite e readmite Macário Romão Lembe
  Suíça: Manifestação cabindesa em Berna
  Cabinda: Ataque da resistência amplifica divisões na FLEC

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


PROVRBIOS
"Kupdi tmuka ko: Nti ava kamnina."
(Ningum pode arrancar: A rvore (adulta) que j tem razes.)
Outros
Relatrio da Mpalabanda 2005 (pdf)

Relatrio da Mpalabanda 2004 (pdf)

Entrevista de Dom Duarte ao IBINDA.COM
Cartoon
Hospedagem de Sites Low Cost Jornal Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais