Links teis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Economia

Festival Panafricano

So Tom e Prncipe: Participantes do Festival Panafricano regressam a casa

So Tom - Regressaram a So Tom e Prncipe as 60 pessoas que representaram So Tom e Prncipe no Segundo Festival Panafricano na Arglia. Os participantes desfilaram com o smbolo do Museu Nacional e de uma tartaruga, espcie em vias de extino em So Tom e Prncipe.

Segundo o titular da Pasta da Cultura, Jorge Bom Jesus, foi um momento fabuloso aquele em que todos os pases africanos estiveram reunidos no grande festival de cultura africana sobre o Ciclo do Renascimento em 1969, ano do primeiro festival, realizado para celebrar as independncias e a luta pela liberdade em frica. Hoje, volvido 40 anos, todos os pases tm a sua independncia. O objectivo principal deste festival, a ser preparado desde 2003, a afirmao de frica do ponto de vista cultural, econmico e da pacificao. Os santomenses tm um grande respeito por Argel, encarando a cidade como a capital do norte de frica. Argel teve um papel importante no acordo para a independncia de So Tom e Prncipe, em Novembro de 1974, enfatizou o ministro santomense.

O Festival decorreu em vrias cidades argelinas mediante o contexto do grupo cultural de cada terra. O Grupo dos Amigos da Cultura Irmos Leite, juntamente com outros artistas do arquiplago deram um grande espectculo, apresentando msicas dos anos 40 assim como temas mais recentes. Para os artistas plsticos, o ponto alto do festival ter sido a aprendizagem e a troca de ideias, entre os artistas e agentes culturais. A organizao esmerou-se na organizao do evento, onde tudo foi preparado com profissionalismo, com eficcia e competncia.

A ministra da Cultura argelina, informou-nos que este trabalho teve incio desde a sua chegada ao Ministrio, h cinco anos. O festival mostrou claramente o que frica faz na rea do folclrico e do tradicional, sem falar da modernidade, como a banda desenhada e a exibio dos materiais modernos de arquitectura, acrescentou o ministro da Cultura Jorge Bom Jesus.

O dirigente santomense deixou o recado aos polticos de So Tom e Prncipe de que preciso haver estabilidade para qualquer dirigente trabalhar, fazendo uma aluso ao trabalho da Ministra Argelina e organizao deste mega festival, aberto para o futuro mas, com as razes do passado.

No festival houve ainda uma encenao de um mestre argelino que fez recordar partes da histria de frica, sobretudo a mais dolorosa, a escravatura dos povos africanos.

IM

(c) PNN Portuguese News Network

2009-07-28 16:11:22

MAIS ARTIGOS...
  Guiné-Bissau vai beneficiar por ser um dos Países Menos Avançados
  Cabinda vai ter mais estabelecimentos comerciais
  Angola: Rentabilidade dos bancos aumentou em 2009
  Moçambique: Importante descoberta de poço de gás natural na bacia do Rovuma
  Bancos de Angola e Moçambique entre os maiores bancos de África
  Missão empresarial procura parceiros em Luanda e Cabinda
  O renascimento da euforia da indústria petrolífera são-tomense
  Países africanos de expressão portuguesa resistem à crise
  Toyota recolhe 11 500 Lexus devido a problemas na direcção
  Previsão de subida da procura faz subir o preço do petróleo
  Honda recolhe mais de 437 mil automóveis
  Toyota vai recolher 437 mil híbridos em todo o Mundo

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


PROVRBIOS
"Kupdi tmuka ko: Nti ava kamnina."
(Ningum pode arrancar: A rvore (adulta) que j tem razes.)
Outros
Relatrio da Mpalabanda 2005 (pdf)

Relatrio da Mpalabanda 2004 (pdf)

Entrevista de Dom Duarte ao IBINDA.COM
Cartoon
Hospedagem de Sites Low Cost Jornal Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais