Links teis
Confidencial

Subscrever Newsletter

Poltica

Denncia limpeza tnica nas vsperas do CAN

Cabinda : Nzita Tiago nega ter participado em conferncia no Botsuana

Paris Atravs de um comunicado de imprensa, Nzita Tiago, lder da resistncia cabindesa, negou ter participado numa conferncia de reconciliao de Cabinda em Gaberone no Botsuana.

O secretariado de Nzita Tiago afirma ter recebido por correio electrnico uma cpia de um discurso, supostamente pronunciado pelo Presidente da FLEC a 08 de Setembro durante a II Conferncia de reconciliao de Cabinda em Gaberone no Botsuana, rejeitando categoricamente a veracidade de tal documento assim como a deslocao do lder da resistncia a este pas africano.

No mesmo comunicado a FLEC atribui a autoria do falso documento ao Luanda e a Bento Bembe, Ministro Sem Pasta, membro dissidente da resistncia, que teriam como objectivo a desinformao e destabilizao do povo de Cabinda veiculando a mensagem que Nzita Tiago teria cessado os combates, ordenado que os combatentes baixassem as armas, solicitado aos refugiados que regressassem a Cabinda, e que aceitaria autoridade do Governo angolano em Cabinda. Todas estas informaes foram inventadas e totalmente falsas, avana o mesmo documento.

A FLEC alerta tambm a FIFA e a Federao Africana de Futebol para a situao catastrfica que se vive em Cabinda, assim como para as centenas de assassinatos de que as foras armadas angolanas so responsveis as quais acusa de pretenderem fazer uma limpeza tnica em Cabinda a fim que O Campeonato Africano das Naes, CAN, decorra num esprito de paz fabricada.

Nzita Tiago, 82 anos, lder da resistncia cabindesa exilado em Frana h mais de vinte anos, continua a ser uma das figuras incontornveis para a resoluo pacfica do problema de Cabinda. Vitima frequente de rumores que anunciam a sua morte prematura ou que supostamente participara em conferncias e reunies com delegaes do Governo angolano, Nzita Tiago insiste que pretende estabelecer encontros srios com Angola a fim de encontrar uma soluo pacfica para Cabinda, e rejeita todas as manobras de diverso perpetradas por Luanda. O Presidente da FLEC lembra tambm as ltimas correspondncias dirigidas ao Presidente angolano, Jos Eduardo dos Santos, com o objectivo da busca da paz em Cabinda, nunca tiveram qualquer resposta.

(c) PNN Portuguese News Network

2009-10-11 17:01:41

MAIS ARTIGOS...
  Morreu Nzita Tiago, líder histórico da resistência cabindesa
  Guerrilha em Cabinda anuncia novos ataques no enclave
  Guerrilha cabindesa anuncia retoma da via militar
  Guerrilha cabindesa ataca em Buco Zau
  Emboscada da guerrilha causa a morte de três soldados angolanos
  FLEC pede a Marcelo Rebelo de Sousa para terminar o processo de descolonização portuguesa
  Cabinda: FLEC/FAC exige a libertação de Marcos Mavungo
  Cabinda: Raul Tati e Francisco Luemba libertados
  França: Dois juízes antiterroristas querem a detenção de Rodrigues Mingas
  Cabinda: José Eduardo dos Santos demite e readmite Macário Romão Lembe
  Suíça: Manifestação cabindesa em Berna
  Cabinda: Ataque da resistência amplifica divisões na FLEC

Comentrios

Nome:

E-mail:

Comentrio:


PROVRBIOS
"Kupdi tmuka ko: Nti ava kamnina."
(Ningum pode arrancar: A rvore (adulta) que j tem razes.)
Outros
Relatrio da Mpalabanda 2005 (pdf)

Relatrio da Mpalabanda 2004 (pdf)

Entrevista de Dom Duarte ao IBINDA.COM
Cartoon
Hospedagem de Sites Low Cost Jornal Digital Luanda Digital Bissau Digital Jornal de São Tomé Timor Leste Cabo VerdeMaputo Digital
Not�cias no seu site Recrutamento Estatuto editorial Ficha técnica Contactos Publicidade Direitos autorais